IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ECOLOGIA HUMANA

IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ECOLOGIA HUMANA

IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ECOLOGIA HUMANA

IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ECOLOGIA HUMANA

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH-UNL)

Lisboa, 05 a 06 de julho de 2018

 TEMA

 HUMAN ECOLOGY IN THE SUSTAINABILITY  OF LIFE

ECOLOGIA HUMANA NA SUSTENTABILIDADE  DA VIDA

 OBJETIVO

O IV Seminário Internacional de Ecologia Humana, tem como objetivo pautar os principais temas emergentes da humanidade no que tange ao comportamento da nossa espécie, como fonte integradora da inspiração que alimente a esperança humana e a sustentabilidade ecológica. Este é o momento de apontar caminhos e refletir a partir da  Ecologia Humana e da sua visão multidisciplinar, sobre os principais problemas que podem comprometer o destino do Planeta e da Civilização e e discutir possíveis soluções.

O IV Seminário Internacional de Ecologia Humana irá anteceder a Conferência Internacional da Society for Human Ecology (SHE) sobre NAVIGATING COMPLEXITY: HUMAN-ENVIRONMENTAL SOLUTIONS FOR A CHALLENGING FUTURE (NAVEGANDO NA COMPLEXIDADE: SOLUÇÕES HUMANA-AMBIENTAIS PARA UM FUTURO DESAFIANTE), que irá decorrer na FCSH nos dias 7 a 10 de julho, permitindo criar sinergias entre elas e ao mesmo tempo facilitar a participação dos congressistas nas duas conferências.

Estaremos imersos em refletir sobre as principais questões socioambientais que podem comprometer o destino da nossa espécie, da vida em todas as suas dimensões. A vida pensada a partir da Ecologia Humana nos desafia a afirmar uma ética na perspectiva do Bem Viver

PROGRAMAÇÃO

DIA 05 DE JULHO DE 2018

9:00 – CREDENCIAMENTO

10:00 – MESA DE ABERTURA E LANÇAMENTO DO IV NÚMERO DA REVISTA ECOLOGIAS HUMANAS DA SABEH

Editor-chefe da Revista: Prof. Dr. Ernani Lins (SABEH – UNIVASF – BRASIL)

Diretor da FCSH: Prof. Dr. Francisco Caramelo

Reitor da UNEB: Prof. Dr. José Bites de Carvalho

Pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da UNEB: Profa. Dra. Tânia Hetkowski

Reitor da UNIVASF: Prof. Dr. Julianeli Tolentino de Lima

Vice-presidente da SABEH: Prof. Dr. Gustavo Negreiros

Coordenador do Mestrado de Ecologia Humana (PPGECOH-UNEB): Prof. Dr. Carlos Alberto Batista Santos

Presidenta da SHE: Profa. Dra. Iva Pires

Representante da Casa do Brasil de Lisboa: Carlos Vianna

10:30 – Apresentação do Documentário: Ecologia Sonora Tuxá – Cartografia dos Povos Tradicionais da Bacia do São Francisco

Msc. André Luis O. P. de Souza (SABEH – BRASIL)

Moderador: Msc. Manuella Maria Vergne Cardoso (SABEH –CAAPA-/UNEB- BRASIL)

10:50 – CONFERÊNCIAS DE ABERTURA: Povos Tradicionais e Ecologia da Amazônia

Prof. Dr. Alfredo Wagner (UFAM – BRASIL)

Moderador: Prof. Dr. Juracy Marques (UNEB – SABEH – BRASIL)

12:00 – INTERVALO PARA ALMOÇO

14:00 – CONFERÊNCIA: Sustentabilidade da Terra, dos Povos, da Biodiversidade e da Cultura Associada

Profa. Dra. Maria José Aparício (UNA – PARAGUAI)

Prof. Dr. Geraldo Jorge Barbosa de Moura (UFRPE – BRASIL)

Prof. Dr. Paulo Magalhães (UNIVERSIDADE DO PORTO)

Profa. Dra. Núbia Dias dos Santos (UFS – BRASIL)

Moderador: Prof. Dr. Carlos Alberto Batista Santos (PPGECOH-UNEB)

15:30COFFEE BRAEK

16:00 – CONFERÊNCIA: Povos das Florestas e dos Rios

Prof. Dr. Fernando Luís de Queiroz Carvalho (UNEB – BRASIL)

Msc. Igor D´Angelis (FCSH – UNL – PORTUGAL)

Profa. Dra. Adriana Cunha (UNEB – BRASIL)

Msc. Reuber Rosendo C. Macedo Santos (PPGECOH – BRASIL)

Moderadora: Profa. Dra. Tâmara Almeida (UNEB – BRASIL)

18:00 – MESA DE DEBATE E LANÇAMENTO DO LIVRO TRANSHUMANISMO: Singularidade Humana

AUTORES: Dr. Ricardo Amorim (UNEB – BRASIL), Dra. Dinani Amorim (UNEB – BRASIL), Dr. Luciano Bomfim (UNEB – BRASIL), Dr. Carlos Gonçalves (FACAPE – BRASIL), Dr. Marcelo Ribeiro (UNIVASF – BRASIL), Dr. Helinando Oliveira (UNIVASF – BRASIL), Dr. Juracy Marques (SABEH – UNEB – BRASIL)

DIA 06 DE JULHO DE 2018

9:00 – CONFERÊNCIA: Ecologia Humana do Futuro – Novas Reflexões Sobre a Espécie Humana no Século XXI

Profa. Dra. Maria Cleonice de Souza Vergne (UNEB-SABEH-BRASIL)

Prof. Dr. Juracy Marques (UNEB – SABEH – BRASIL)

Prof. Dr. Luciano Bomfim (UNEB – SABEH – BRASIL)

Moderador: Prof. Dr. Ricardo Amorim (UNEB – BRASIL)

10:00 – COFFEE BRAEK

10:30 – CONFERÊNCIA: A Ecologia Humana na América Latina – Insustentabilidades Políticas e Sustentabilidade Ecológica

Prof. Dr. Amado Insfrán Ortiz (UNA – PARAGUAI)

Prof. Dr. Gustavo Negreiros (SABEH – UNIVASF – BRASIL)

Moderadora: Profa. Dra. Maria José Aparício (UNA – PARAGUAI)

11:30 – CONFERÊNCIA: Educação e Ecologia Humana

Prof. Dr. Ajibola Isau Badiru (UNIT – BRASIL)

Profa. Msc. Rita de Cássia Pereira Costa (UNIFESSPA – BRASIL)

Profa. Dra. Ana Dayse Dorea (SEMM – BRASIL)

Prof. Msc. Daniela Santos Silva (PPGECOH – BRASIL)

Moderadora: Profa. Msc. Edvânia Granja da S. Oliveira (IF – BRASIL)

12:30 – INTERVALO PARA ALMOÇO

14:30 – CONFERÊNCIA: Tormentos do Rio Alqueva (Portugal) e do Vale do Rio São Francisco (Brasil)

Prof. Dr. Feliciano de Mira (UNEB – PORTUGAL)

Prof. Dr. Anderson Armostrong (UNIVASF – BRASIL)

Prof. Maurício Lins Aroucha (AGENDHA – BRASIL)

Moderador: Prof. Dr. Sérgio Luiz Malta de Azevedo (UFPB – BRASIL)

15:30 – COFFEE BRAEK

16:00 – Exibição de Etnodocumentários

Doc Akrãtikatejê: Profa. Dra. Rita de Cássia Pereira Costa (UNIFESSPA – BRASIL)

Doc Língua Paumari: Profa. Dra. Claudina Azevedo Maximiano (IFAM – BRASIL)

Moderadora: Profa. Dra. Camila do Valle (UFRRJ – BRASIL)

17:00 – CONFERÊNCIA DE ENCERRAMENTO: O Futuro da Alimentação e a Segurança Alimentar e Hídrica

Profa. Dra. Iva Pires (UNL – PORTUGAL)

Msc. Edvalda Pereira Torres Lins Aroucha (AGENDHA – BRASIL)

Prof. Dr. Ernani Lins (SABEH – UNIVASF – BRASIL)

Moderador: Prof. Dra. Núbia Dias dos Santos (UFS – BRASIL)

18:00 – LANÇAMENTO DOS LIVROS E ENCERRAMENTO DO EVENTO COM A PERFORMANCE “Natureza Viva” com Nena Balthar – Artista e Professora de Artes do IFRJ

Barrando as Barragens: O Início do Fim das Hidrelétricas (Prof. Dr. Alfredo Wagner)

A Voz do Tempo: Os Ventos do Terreiro Bandalecongo (Profa. Msc. Maria Rosa Almeida Alves e Msc. Robson Marques dos Santos)

A Ecologia de Freud: Os Ecossistemas da Natureza Humana (Prof. Dr. Juracy Marques)

Ecología Humana Contemporánea: Apuntes y visiones en la complejidad del desarrollo (Prof. Dr. Amado Insfrán Orti)

Ecologia Humana: Impactos Socioambientais Decorrentes de Megaprojetos (Profa. Dra. Larissa Malty)

História Ambiental: Recursos Naturais e Povos Tradicionais no Semiárido Nordestino (Prof. Dr. Carlos Alberto Batista Santos)

História Ambiental: História Indígena e Relações Socioambientais no Semiárido Brasileiro (Prof. Dr. Carlos Alberto Batista Santos)

Trabalho, Alienação e Estranhamento: Uma Contribuição à uma Educação Emancipatória (Prof. Dr. Luciano Sérgio Ventin Bomfim)

Sociedade-Natureza: Compartilhando Ideias, Desenvolvendo Sensibilidades (Prof. Dr. Sérgio Luiz Malta de Azevedo)

20:00 – REUNIÃO DA REDE LATINO-AMERICANA DE ECOLOGIA HUMANA E DA SABEH COM A SHE (SOCIEDADE NORTE-AMERICANA DE ECOLOGIA HUMANA)

Response to "IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ECOLOGIA HUMANA"

  • Custa-me ver na indicação da Dra. Alzení Tomaz a designação “Presidenta da SABEH”. O feminino de “O Presidente” é ” A Presidente”! A palavra Presidenta não existe!

    Da mesma forma ninguém fala da “estudanta”, para dar só um exemplo. Sugiro que corrijam esse erro grosseiro.

    Artur

  • É interessante um site ter uma caixa de comentários, que parece revelar querer saber opiniões dos visitante, mas nunca responder aos comentários, o que revela o exacto contrário!

    Mas, ainda a propósito da “Presidenta” e de outras tentativas de impor uma política (circunstancial) na transformação da língua, mesmo nos casos em que não há qualquer machismo, pois o mesmo termo é usado para homens e mulheres, qualquer dia ainda iremos cair neste texto, que pretende incluir também os “transgénero” e que recolhi hoje num site: «Queridxs companheirxs! Meu texto dessa quinzena aborda uma questão que desgasta o professor no seu cotidiano escolar».
    E o curioso é que, como acontece muitas vezes quando se quer submeter a língua a uma política de interesse circunstancial, o próprio escrevente deste texto comete erros, pois em “professor” não se lembrou que deveria escrever, por coerência, “professxr”.

    E assim vai a língua a que insistem em chamar portuguesa… Mas porque não lhe passarão a chamar outra coisa qualquer menos escravocrata?

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *