SUSTENTABILIDADE DO BIOMA CAATINGA

SUSTENTABILIDADE DO BIOMA CAATINGA

Capa de Livro: SUSTENTABILIDADE DO BIOMA CAATINGA

A sustentabilidade em sua essência busca melhorias com equidade nas áreas do social, ambiental e econômica. Porém, quando se pensa ou fala sobre sustentabilidade é comum visar apenas melhorias econômicas e neste contexto faz-se questão de esquecer o ambiental e social. Quando temos a pretensão de associar a sustentabilidade como ação no campo socioambiental e econômico ao bioma Caatinga o trabalho se torna hercúleo, e essa é a pretensão destes autores. Na verdade, o objetivo deste livro foi apresentar algumas potencialidades deste rico e esquecido bioma e povo. Conhecer os diferentes cenários deste vasto bioma, sua riqueza biológica e seus diferentes usos é uma preocupação recente, dos últimos 30 anos. Mais recente ainda é a inquietação em conhecer como comunidades tradicionais exploram de forma sustentável esse ambiente e como essa relação do homem com seu território pode nos ajudar a conhecer melhor o potencial da região e planejar ações de sustentabilidade a partir dos saberes tradicionais. Conhecer a importância das áreas protegidas da caatinga, a exploração das espécies lenhosas, uso de plantas na farmacopeia, o manejo para o controle de doenças das plantas, as potencialidades das abelhas nativas (sem ferrão) , o uso de extratos de plantas usados para o controle de insetos praga, a utilização de água salobra na agricultura e as questões da sustentabilidade dos sítios arqueológicos no semiárido baiano, relacionando estes conhecimentos com a capacidade produtiva da caatinga é fundamental para discutir a sustentabilidade deste bioma. Em síntese a questão da discussão a respeito da sustentabilidade para usos dos recursos faunísticos e florestais é fundamental quando temos que associar ao desenvolvimento do bioma caatinga, considerando seu potencial no nordeste brasileiro.

Se por um lado o livro apresenta as potencialidades da caatinga, por outro ele elenca uma gama de temas que precisam ser melhor compreendidos, caso a caso, discutido com seus especialistas, detentores do etnoconhecimento, dos saberes tradicionais e só a partir deste ponto é que se pode pensar em sustentabilidade do bioma caatinga.

Assim, esta publicação objetiva instigar seus leitores a pensar sobre a sustentabilidade do caatinga, suas potencialidades e seus diversos usos.

No comments.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *