BETWEEN CULTURAL CHANGES AND THE FORMATION OF ECOLOGICAL INDIVIDUALS: THE TARTARUGUEIROS OF THE TAMAR PROJECT

BETWEEN CULTURAL CHANGES AND THE FORMATION OF ECOLOGICAL INDIVIDUALS: THE TARTARUGUEIROS OF THE TAMAR PROJECT

Resumo

Em 1980, o Projeto TAMAR iniciou as atividades de conservação das tartarugas marinhas e realizou um levantamento de informações sobre os usos e hábitos culturais relacionados às espécies nas praias brasileiras. Após diagnosticar a extração de carne/ovos e relacioná-lo às causas do risco de extinção, convidou alguns pescadores conhecidos pelo hábito de consumo de tartaruga para iniciar um trabalho na intenção de possíveis mudanças comportamentais das comunidades. Através desse Estudo, buscou-se compreender por meio das narrativas de dois tartarugueiros do Projeto TAMAR, as raízes dessas mudanças, que são observáveis no dia-a-dia, mas não investigadas de forma mais sistemática. Houve a formação de sujeitos ecológicos ou as mudanças se devem às induções circunstanciais (troca por dinheiro)? A metodologia utilizada foi baseada em narrativas biográ cas. Os escolhidos para participar habitam a comunidade Coqueiros, Município de Jandaíra/BA. Foram feitas entrevistas semiestruturadas com dois tartarugueiros, e abordados os temas: ecologia das tartarugas marinhas, trajetória pessoal e formação pro ssional (como pescador/tartarugueiro). Entre as visões apresentadas, uma reduz a compreensão do ambiente à vila, a outra é mais ampla e há tanto a extensão do papel conservacionista para outras espécies (raposas), como para o ambiente em geral. Estas visões se expressam em variação da ação pessoal para além do emprego, variando do compromisso em manter a própria comunidade engajada não na predação e sim na ação educadora mais ampla. Pode-se a rmar que a relação de trabalho, as mudanças culturais gerais, a capacitação e os resultados observáveis do projeto, concorrem conjuntamente para as mudanças de comportamento em relação à tartaruga. A formação dos tartarugueiros como sujeitos ecológicos está em curso.

Palavra Chave: Ecologia. Tartaruga Marinha. Mudança de Comportamento. Conservação. Projeto TAMAR.

Abstract

In 1980, the Tamar project started conservation activities and performed a survey on Brazilian beaches looking for information about the usages and cultural habits related to the sea turtles. After diagnosing that the consumption of meat/eggs was related to the risk of endangerment, we invited some well-known shermen to start a new work with the intention of achieving a possible behavioral change in the communities. Through this research, we sought to understand the roots of these changes through the narratives of two tartarugueiros from the TAMAR project. Such characteristics are observed on a daily basis, but not investigated more systematically. Was there a construction of ecological individuals, or did it all happen through circumstantial inductions (exchange for money)? The methodology used was based on biographical narratives. Those chosen to participate live in the Coqueiros community, Jandaíra County, state of Bahia, Brazil. Two semi-structured interviews were conducted with each tartarugueiro, and the topics addressed were: ecology of sea turtles, personal background and professional training (as a sherman/tartarugueiro). Among the presented points of view; one narrows the comprehension about the environment to the village; the other one is wider and extends its understanding about the conservatory role towards other species (like foxes) and the environment in general. These views express themselves in a number of personal actions beyond their job, having the commitment of making the community focused on not being predators. One can say that the working relationship, the general cultural changes, the professional training and observable results of the project jointly contribute to the behavioral changes related to the turtles. The formation of the tartarugueiros as ecological individuals is ongoing.

Key words: Ecology. SeaTurtle. Behavior Change. Conservation. TAMAR project.

Data de Publicação:
Editores:
Ilustradores:
Artistas de Capa:
Gêneros:
Tags:

No comments.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *