BERADEIROS, CULTURA E FÉ NA BEIRA DO SÃO FRANCISCO

BERADEIROS, CULTURA E FÉ NA BEIRA DO SÃO FRANCISCO

Um rio que alimenta vidas e almas. Para os ribeirinhos, o São Francisco é a própria existência. Gravado ao longo de um ano nas cidades de Petrolina em Pernambuco, Juazeiro e Curaçá, na Bahia, Beradeiros é um documentário que registra manifestações culturais e religiosas de fé e devoção, que se relacionam intimamente com o citado rio. Do primeiro ao último dia do ano, ribeirinhos e ribeirinhas se voltam para o Velho Chico para celebrar, agradecer e demonstrar fé. Da procissão do Bom Jesus dos Navegantes ao dia de Iemanjá, do Samba de Véio à Missa dos Vaqueiros, do dia de São Francisco e de São Benedito à Marujada, não importa a religião, a cultura e a devoção de sertanejos e sertanejas, eles estão ligados a esse que também é um rio de muitos nomes. A produção fílmica recorreu à etnoecologia para trazer depoimentos dos "enfrentantes"dessas manifestações que contam suas origens e revelam o sentimento de manter vivos, festejos centenários que passam de pai e mãe para lho e lha, de devoto para devoto, de ribeirinho para beradeiro. Um registro audiovisual legendado em inglês e também acessível, com tradução em Libras e audiodescrição, que conta para o mundo a relação de amor entre um povo e o rio. Este artigo registra o processo de pesquisa baseado na Ecologia Humana para a produção do documentário.

Palavra Chave: Documentário. Religião. Manifestações Culturais. Jornalismo. Semiárido Brasileiro. Rio São Francisco.

Abstract

A river that feeds lives and souls. For the riparian people, the São Francisco River is existence itself. Filmed over a year in the Brazilian cities of Petrolina, in the state of Pernambuco, Juazeiro e Curaçá, in the state of Bahia, Beradeiros is a documentary that registers cultural and religious manifestations that are intimately related to the river. From the rst to the last day of the year, riparian men and women turn their attentions to the river to celebrate, demonstrate faith and be grateful. From the procession of Bom Jesus dos Navegantes to the day of Iemanjá, from Samba de Véio to Missa do Vaqueiro, from the day of Saint Francis and Saint Benedict to the Marujada, it doesn’t matter the religion, the culture and the devotion of the men and women from the backwoods are connected to this river of many names. The lmic production recurred to ethnoecology in order to gather testimonies of the participants of these manifestations, telling its origins and revealing the feeling of keeping alive the centenary celebrations that are transmitted from father and mother to son and daughter, from devotee to devotee. It is an audiovisual record, subtitled in English, accessible with translations in sign language and audio description, that tells the world the love relationship of a people and a river. This article registers the process of research, based on the Human Ecology, that guided the production of the documentary.

Key words: Documentary. Religion. Cultural Manifestations. Journalism. Brazilian Semiarid. São Francisco River.

Editora: Editora SABEH
Editores:
Ilustradores:
Artistas de Capa:
Gêneros:
Tags:

No comments.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *