A Percepção dos Pescadores e a Educação Ambiental como Subsídios para a Conservação do Baixo São Franscisco

A Percepção dos Pescadores e a Educação Ambiental como Subsídios para a Conservação do Baixo São Franscisco

ISSN 2447-3170 Vol. 3 Nº 3 Art.6

Capa de Livro: A Percepção dos Pescadores e a Educação Ambiental como Subsídios para a Conservação do Baixo São Franscisco
Parte da Vol 3 série:

RESUMO

Informações etnoictiológicas e científicas coletadas no Baixo São Francisco subsidiaram atividades de Educação Ambiental junto a estudantes da região. Foram entrevistados 20 pescadores por meio de questionários semiestruturados nos municípios de Porto Real do Colégio (AL) e Propriá (SE). Foi relatado que boa parte das espécies de peixes nativos comerciais desapareceu e que espécies introduzidas se tornaram frequentes ao longo dos anos, fato observado desde a construção da Usina Hidrelétrica de Xingó. As atividades de Educação Ambiental consistiram em palestras referentes ao rio São Francisco e à ictiofauna, visita à estação de piscicultura e atividade de peixamento. Os estudantes demonstraram conhecimento parcial acerca dos peixes nativos, e maior conhecimento sobre os introduzidos Tilápia, Tambaqui e Tucunaré. Eles responderam positivamente às atividades, demonstrando entusiasmo pelo conteúdo através da eminente participação. Acredita-se que isso ocorreu tanto pelo conteúdo tratar de questões locais – o que lhes permitiu maior contextualização – como ao desenvolvimento de práticas pedagógicas distintas. Ao final, alguns alunos mencionaram que gostariam de trabalhar com o meio ambiente e atuar na defesa do rio São Francisco. Esses resultados enfatizam a importância de ações interdisciplinares desta natureza, já que possibilitam interatividade, troca de conhecimento entre áreas e estímulos para a formação da consciência ambiental e cidadã.

Palavras chave: etnoictiologia, pesca artesanal, impactos ambientais, barragens, rio São Francisco.

 

ABSTRACT

Etnoichthyology and scientific information were collected in the Lower São Francisco subsidized environmental education activities with students of the region. Interviewed were made with 20 fishermen through semi-structured questionnaires in the Porto Real do Colégio (AL) and Propriá (SE) municipalities. It was reported that most of the species of commercial native fishes disappeared, and introduced species have become frequent over the years, a fact that occurs after the construction of Xingó hydroelectric power plant. The environmental education activities consisted of lectures about the São Francisco River, visit to the fish farming and stocking program. Students demonstrated partial knowledge of native fish, and better related to introduced fishes Tilapia, Tambaqui and Tucunaré. They responded positively to the activities, demonstrating enthusiasm for the content through eminent participation. It is believed that this occurred both the content dealing with local issues such as the development of different teaching practices. At the end, some students mentioned that act in the defense of the São Francisco River. These results emphasize the importance of interdisciplinary actions of this nature, as it enables interactivity, knowledge exchange between areas and stimuli for the formation of environmental awareness and citizen.

Word Keys: Ethnoicthyology, Artisanal Fisheries, environmental impacts, dams, São Francisco River.

Editores:
Gêneros:
Tags:

Thiago D’avilla1, Marcos Vinícius Teles Gomes,Marcelo Fulgêncio Guedes Brito3

1 Biólogo e mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Universidade Federal de Sergipe. thiagodavilla@gmail.com

2 Doutor em Biotecnologia, Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba. marvitego@gmail.com

Doutor em Ecologia, Professor Adjunto da Universidade Federal de Sergipe. marcelictio@gmail.com

 

No comments.